PT ES EN
Publicidade
Parceria
GettyImages
AFP

Cosmos

New York Cosmos

United States Soccer Federation

Data de fundação: 04/02/1971

Apelidos: The Cosmos

Cidade: Nova York

Site oficial:

História:

Os irmãos turcos Nesuhi Ertegün e Ahmet Ertegün venderam a Atlantic Records para a Warner Communications (atual Time Warner) e sugeriram a Steve Ross, presidente da companhia, a criação de um clube de futebol por acreditarem que a participação na North American Soccer League poderia render bons negócios. A ideia foi aprovada e inspirado no nome do clube de beisebol New York Mets, nascia o New York Cosmos. “Mets” era a abreviação de “Metropolitans” e “Cosmo” de “Cosmopolita”. 4 de abril de 1971, dia da escolha do nome do clube, foi oficializado como a data de fundação.


Com investimentos da Warner, o clube passou a contar com jogadores renomados internacionalmente em seus elencos, entre eles, Pelé e Franz Beckenbauer. O Cosmos se consagrou como o maior campeão da NASL com cinco títulos, além de conquistar a Trans-Atlantic Cup em três oportunidades. A camisa 10, usada pelo Rei em mais de cem partidas pelo clube, foi aposentada após o fim de sua carreira. Em seu último jogo oficial – 28 de agosto de 1977, o craque ajudou o Cosmos a vencer o Seattle Sounders por 2x1 e alcançar o seu segundo título da liga nacional.


No entanto, após a aposentadoria de Pelé, o futebol nos Estados Unidos que há pouco engrenara, começava a declinar. No início dos anos 80, a Warner já não investia o suficiente para manter grandes jogadores nos elencos do Cosmos e assim como a NASL, o clube encerrou suas atividades em 1984. Depois de 25 anos, em agosto de 2009, Paul Kemsley, ex-diretor do Tottenham, da Inglaterra, comprou o Cosmos e desde 2013, o clube voltou a disputar competições oficiais.


Em seus primórdios, o Cosmos adotou o verde e amarelo como as suas cores. Além de ser uma homenagem à seleção brasileira de 1970, na época atual campeã mundial, era uma estratégia do clube para atrair o Rei do Futebol. Quando Pelé assinou o contrato em 1975, o branco passou a ser a cor predominante (ainda com detalhes verdes e amarelos), uma alusão ao Santos, antigo clube do craque brasileiro. A camisa verde era utilizada no “Away kit”. Em 1979, a camisa branca ganhou detalhes em amarelo e azul – a cor principal do uniforme reserva. Já o escudo sofreu pequenas alterações ao longo da história. Formado por um círculo preto e em seu interior o desenho de uma bola de futebol e três faixas (azul, amarela e verde), as mudanças se resumiram às inscrições: “Cosmos” ou “New York Cosmos”.

Veja também

Google+