Os jogadores de futebol e seus cortes de cabelo – parte 5

A série chega ao fim. Mas não sem antes trazer os jogadores e seus visuais dos anos 90 até 2003. Difícil é achar um padrão de cortes e estilos de cabelos. Moicanos, tranças, dreads: é a era do vale-tudo (veja aqui o , , e posts da série).

1994 – O atacante Jason Lee atuou por diversos clubes modestos da Inglaterra. Ao participar de um programa de TV, o jogador foi satirizado com o canto “He’s a got a pineapple, on his head, he’s got a pinnaple, on his head” (em português, “ele tem um abacaxi na cabeça, ele tem um abacaxi na cabeça). Ninguém mais o levava a sério e sua carreira entrou em declínio.

Jason Lee

Jason Lee

1996 – Dois ídolos do futebol colombiano. Valderrama foi capitão da seleção nas Copas de 90, 94 e 98 e se destacava por sua técnica refinada. Huguita foi o goleiro na Copa de 90 e era famoso por seu estilo arrojado dentro de campo que às vezes interferia no resultado da partida: pró, como a lendária defesa do escorpião em um amistoso contra a Inglaterra; ou contra, quando tentou sair jogando e perdeu a bola para Roger Milla que marcou o gol da classificação de Camarões para as quartas-de-final daquele Mundial. Ambos eram famosos também por suas vastas cabeleiras.


Valderrama

Valderrama


Higuita

Higuita


1998 – A Romênia classificou-se como líder do Grupo G na Copa de 98, à frente, inclusive da Inglaterra. A empolgação era tanta que para a partida contra a Croácia pelas oitavas-de-final, todos os jogadores romenos entraram com os cabelos pintados de loiros. Mesmo com a derrota de 1×0, a seleção romena entrou para a história dos mundiais.

Romênia na Copa dos EUA

Romênia na Copa da França

2003 – David Beckham herdou o título de George Best como o maior sex symbol do futebol. Durante sua carreira, o craque inglês adotou diferentes visuais. Em 2003, apelou para um ousado moicano. Em 2013, ano em que pendurou as chuteiras, David Beckham foi eleito por uma pesquisa da marca de tinturas “Fudge” como o homem que tem o cabelo mais copiado do Reino Unido.

David Beckham

David Beckham

Ronaldo e seu corte “Cascão” na Copa de 2002, Fábio Ferreira, Neymar: que outros jogadores brasileiros e estrangeiros mereciam entrar nessa seleta lista?

Categorias: OpiniãoPágina inicial

Gabriel Godoy

Jornalista; frustrou-se na tentativa de ser um jogador profissional; peladeiro; apaixonado por futebol de campo, de rua, de botão, de vídeo-game...

Veja todos os posts de

Veja também:

  • You’ll Never Walk Alone. Decepção, Sucesso e Glória

    You'll Never Walk Alone. Um duelo entre dois gigantes europeus pelo título da Champions! Real Madrid vs Liverpool. Um jogo memorável, até os 24 minutos do primeiro tempo.

  • AS NOVAS DEMARCAÇÕES DO CAMPO DE FUTEBOL

    Mais gols, mais emoção e menos erros de arbitragem! Conheça as novas demarcações do campo de futebol. Comente e divulgue a sua opinião!

  • NOVO CALENDÁRIO DO FUTEBOL BRASILEIRO

    Relacionar o patrocinador ao clube de uma forma inteligente e que faça sentido para o torcedor possibilitará a manutenção desse ecossistema, sustentado por um calendário que se preocupe com a sua principal força de trabalho.

  • POLÍTICA FC – FUTEBOL, CINEMA E HISTÓRIA

    A importância de inserirmos a política em todos os setores da sociedade, principalmente no esporte, que possui uma função de inclusão social fundamental na história da humanidade.

  • Repensando o Futebol

    O principal objetivo da tecnologia durante o século XXI será humanizar o ser humano. Diante de todos os desafios atuais, tornou-se mais estratégico do que nunca assimilarmos as pistas que existem nos diversos cenários da sociedade para superar essa pandemia.

  • Futebol Para Todos

    "Rico vai ao estádio. Pobre assiste ao futebol na TV". Além de ser uma miopia social, essa afirmação é uma ingratidão gigantesca. #FutebolParaTodos